Archive for maio \21\UTC 2013

Tem dia em que eu acordo e, de verdade, pouco importam as minhas dificuldades, sejam elas até já desgastadas pelo tempo, sejam elas viçosas, recentemente inauguradas, tudo me parece perfeito. Tudo é como pode ser agora, eu estou onde consigo estar, o tempo das coisas é o tempo das coisas, e isso vale também para cada pessoa que compartilha a sala de aula comigo.

Tem dia em que eu acordo e faço contato com uma gentileza tão linda que desconhece essa história de acertos e erros, sejam meus ou alheios, viver é trabalhoso e todo mundo se atrapalha, de um jeito ou de outros. Toda gente só precisa de consciência, cura e amor. Toda gente só quer ser feliz. Não há motivo para pressa e também não há estagnação, eu permito que a vida possa simplesmente fluir, sem tentar, em vão, amarrar ou alterar o jeito de dizer das suas ondas.

Este sentimento pode durar poucos quarteirões do dia, um monte deles, até mesmo só alguns centímetros de passo, enquanto dura é absoluto. E eu me sinto feliz e grata por tudo, vejo amor, mestria, chance de aprendizado, em cada ínfima coisa que me acontece. Ainda que chova, e às vezes chove muito, a memória da ternura luminosa e imutável do sol faz eu lembrar da natureza preciosa da vida. O sol não vai a lugar nenhum, ele fica exatamente onde está, mas a nuvem, a chuva, sempre passam.

Tem dia em que eu acordo lindeza e coloco bobagem pra dormir porque a nítida prioridade é a harmonia do meu coração, o contentamento natural capaz de me nutrir, proteger e me ajudar a seguir. Este sentimento pode durar poucos quarteirões do dia, um monte deles, até mesmo só alguns centímetros de passo, enquanto dura é lembrança da realidade divina perene que é sol por trás da temporária nuvem, da temporária chuva, que possam molhar os olhos da personagem. Enquanto dura é alegria e descanso e eu lembro do que, de verdade, me importa.

Ana Jácomo

Read Full Post »

Não poder te desejar um feliz aniversario é só mais uma das coisas que não posso mais dizer…

…Que amadureci bocados desde a última vez que te vi

…Que mudei de planos, e a culpa foi da vida.

…Que continuo lutando… e apanhando, mas não desisto, você sabe que não!

…Que to tentando viver um dia de cada vez, juro, eu tento!!!

…Que entendi TANTA coisa que você me disse e me mostrou no decorrer da vida, e que se não foi da melhor maneira, hoje tenho certeza que foi a melhor maneira que tinha para me mostrar.

Hoje é apenas mais um dos dias que eu queria MUITO que ainda estivesse aqui, com todos os teus defeitos e acertos, para te abraçar e te desejar um feliz aniversário.

Esteja bem!!!

Read Full Post »

pensando no pouco que ha

Guarda-me na memória do teu acalanto

Onde as coisas mais belas e sucintas se encontram

Quero estar lá, mesmo quando não existirem mais

Quero que algum dia procurando nas gavetas das recordações se lembre de alguém que te amou

Quero estar nas curvas do teu pensamento e ficar nelas até o amanhecer, até aquela hora em que se perde o sono, a calma, a alma….

Quero estar no lugar onde encontra o espaço entre a clareza e a insanidade, onde ocorre o aperto do respirar e onde as muitas palavras se dissipam.

Quero estar atravessada em cada porquê,

Em cada gesto parecido,

Em cada lembrança iminente,

Em cada miudeza do existir,

Quero existir em você… ali, aqui, lá, em todas as horas de todos os dias, do sempre!

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: