Archive for outubro \12\UTC 2009

>Refazendo o tempo

>


Nesse tempo que o tempo é curto
E sem oportunidade pra rever o tempo
Qual o caminho certo a seguir?
Qual a direção certa a tomar?

As circunstâncias me fazem titubear
O infinito das horas repreende a minha pressa
E o meu desassossego grita por presteza
Paro, respiro fundo como em um só golpe

A certeza das incertezas é que não me deixam parar
Me impulsiono na direção e na certeza de passos infalíveis
Na hora do espaço mas não do tempo perdido
E repenso que o tempo é agora

Andando neste incansável trajeto
Mirando minhas distâncias sem perder-me de vista
Sem olhar pra trás e alcançar o meu tempo

Sem pressa e sem medo!

Anúncios

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: