Archive for março \30\UTC 2009

>Finito

>Fluindo sobre os poros cada gota de incerteza
Imaginação voando
Coração palpitando
Um olhar fortuito
O sentido de tudo e o tudo sentido

Aguardando o regresso
Respiração sucumbindo
Quis-te de tão longe, perto
Distante mantive-me o quanto pude
Até a hora do inevitável

Um turbilhão de vozes ecoando
Explodindo surdamente as palavras
Diante de mim, aquilo que não queria ouvir
Mas gritava com toda a intensidade
O adeus aflito
E o final ruim.

Mônica

Anúncios

Read Full Post »

>A direção do vento

>

O vento que leva as folhas jogadas para o alto
É o mesmo que traz novas páginas
Que faz voar as lágrimas
Que faz surgir o riso

O vento sopra na direção onde quer
E leva consigo a poeira e a terra seca
Eu quero ir no vento

Ser levada pela sua vontade

Folêgo de renovo
Seguir meus preceitos
Ir e vir, seguir
Se for para andar, andar
Se for para voar, voar
Ir além

Guardar só o que for bom
Sem olhar para trás
Porque olhar para trás é deixar algo inacabado.


E mesmo sem saber aonde chegar
Chegar em algum lugar
E saber pousar
Quando a vontade não levar a nenhum lugar.

*O vento está soprando.*

Mônica

Read Full Post »

>Gabi – 1 ano de vida!

>

Doçura,
Satisfação,
Sorriso, ah esse sorriso largão.
Quando abre os braços,
Quando faz carinho,
Quando manda beijo,
Quando bate palma.
Nos leva, todos, bobos, a uma passagem singular da vida…
…. a de ser criança.

De repente todo mundo no chão,
Dando atenção,
Cantando,
Balançando objetos,
Tal como criança
Ou sob um efeito que só uma criança pode produzir.

Tua vinda é alegria
É vontade de olhar a vida com os olhos da alma
É pureza

1 ano de muita vida pela frente
E o que depender de todos, será uma vida muito feliz!

Mônica

Read Full Post »

>Lembrança

>Hoje senti gosto de doce
Um gosto bom
Mas não era um gosto do paladar
Era um gosto da memória
Algum doce de infância

Gosto bom de sentir
Doce bom de gostar
Gosto de um tempo a muito tempo atrás
Gosto de um tempo passado, passado que não volta

Ainda guardo o sorriso e o perfume
Os olhares e as vozes
O luar, as nuvens e o pôr do sol

Liberdade exacerbada
Destemor exagerado
Pés no chão, brincadeiras, pureza…
Um tempo escondido dentro de mim

E mesmo hoje, mesmo longe, há muito tempo, permanece aqui
Este lugar onde dentro de mim está
Guardado para sempre
Ou até onde minha lembrança conseguir esconder.

Monilis

Read Full Post »

>Profundidade exata!

>

A sutileza nos leva a lugares escondidos
Nunca antes revelados
Não importa o lugar onde se está
Mas onde se quer chegar
E não é necessário que seja um lugar alto
Mas sim, um lugar profundo!
Moni

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: